- 
English
 - 
en
Portuguese
 - 
pt
Spanish
 - 
es

BLOG EVOINC

Confira as
nossas notícias

Family Office e Governança: conheça o impacto vital desses instrumentos na Bioenergia

Compartilhar

CONTEÚDOS RELACIONADOS

Foto: Pexels

A sucessão das grandes empresas familiares e a gestão de patrimônios no setor bioenergético não é apenas uma questão de números; é uma trama complexa de relações familiares, negócios e patrimônio.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 90% das empresas no Brasil têm o perfil familiar. O peso desses negócios na economia nacional é de 65% do PIB e 75% dos empregos dos brasileiros.

No núcleo dessa dinâmica, surge o conceito de Family Office, uma estrutura de governança vital para a profissionalização e perpetuação das empresas familiares.

Neste artigo, vamos explorar o papel fundamental do Family Office e como a Governança Corporativa se torna a âncora que sustenta o sucesso e a continuidade das empresas familiares no universo da bioenergia.

Desafios da Gestão Familiar no Contexto Empresarial

Empresas familiares têm histórias ricas em tradição, mas à medida que os negócios se expandem, surgem desafios cruciais. Tomar decisões baseadas apenas em laços familiares e tradições não é mais suficiente. A complexidade dos mercados, a transparência exigida e o crescimento operacional demandam uma abordagem mais profissional.

A profissionalização das dinâmicas familiares empresariais encontra seu guia no Family Office. Essa estrutura não se limita ao gerenciamento financeiro, como muitos acreditam erroneamente. Ela estende-se à capacitação dos membros da família parar operar, gerenciar e tomar decisões assertivas em relação aos negócios e patrimônios.

A diferença entre empresas familiares que prosperam e aquelas que enfrentam dificuldades muitas vezes reside na habilidade de se profissionalizar e de administrar esses negócios.

Sucessão Além dos Laços Consanguíneos

A sucessão empresarial é um tema que preocupa diversos empresários, principalmente os fundadores das empresas e fortunas. Saber quem vai ocupar a “cadeira das decisões”, quem vai administrar as finanças, entre outros pontos, são questionamentos que tiram o sono de quem conseguiu construir um nome no mercado e frutos rentáveis sobre ele.

É importante dizer que quando falamos em sucessão empresarial, o tema vai além da transição geracional, em escolher qual filho, ou membro da família, será o sucessor. O processo implica em um planejamento minucioso, capacitação especializada e, em alguns casos, na integração de indivíduos externos à família, o chamado “reforço de mercado”, por meio de um especialista.

O objetivo desses esforços e, consequentemente, projeto a ser desenvolvido, é garantir a operacionalidade contínua e a conservação do patrimônio das famílias. É garantir que o jeito do fundador de fazer negócio, seja passado para as próximas gerações, junto com os valores e as particularidades que fazem daquela empresa única no mercado.

Governança Corporativa como Pilar de Sustentação

O desafio é ainda mais evidente quando consideramos que apenas 30% das empresas familiares conseguem suceder um negócio até a 3ª geração. Aqui, a Governança Corporativa se apresenta como uma ferramenta crucial para amenizar conflitos e garantir o sucesso e a perpetuidade.

Conflitos internos, falta de diálogo, rivalidades e protecionismos na sucessão são alguns dos desafios enfrentados por empresas familiares. O modo como os relacionamentos familiares contaminam o negócio muitas vezes determina seu sucesso ou declínio.

A Governança Corporativa, com seus procedimentos e práticas, visa organizar a estrutura da empresa e estabelecer diretrizes para o crescimento saudável. A separação entre gestão da empresa e da família é crucial para garantir transparência e sustentabilidade a longo prazo.

Integração Sinérgica: Family Office e Governança Corporativa na Bioenergia

No setor bioenergético, a gestão do patrimônio particular dos sócios torna-se ainda mais desafiadora. O Family Office, ao gerenciar ativos financeiros e prestar serviços personalizados, contribui para a transição do legado familiar de maneira eficaz.

A implementação da Governança Corporativa desde o início, combinada com um planejamento sucessório rigoroso, cria um cenário propício para o crescimento e perpetuação. Estabelecer um Conselho de Administração independente, códigos de ética e conduta, e planos de sucessão claros são passos essenciais.

Soluções personalizadas para perpetuação do setor de Bioenergia

O maior desafio nas empresas familiares do setor bioenergético é o processo sucessório, onde a falta de preparação dos herdeiros pode ser prejudicial. Neste contexto, a Governança Corporativa e o Family Office emergem como ferramentas essenciais para enfrentar os desafios e garantir a continuidade, crescimento e sucesso no dinâmico mundo da bioenergia.

Ao estabelecer uma governança sólida, empresas familiares não apenas sobrevivem, mas prosperam em um ambiente empresarial desafiador. A evoinc., com sua equipe altamente capacitada, oferece soluções sob medida para as famílias do setor bioenergético. Auxiliamos na organização e transição do legado familiar, garantindo eficácia, conquistas e a mitigação de riscos e conflitos.

Estruture a gestão e sucessão da sua empresa familiar com sabedoria e visão de futuro. Construa, assim, uma história de sucesso duradoura no setor bioenergético!

Descubra o impacto da nova IFRS 18 na contabilidade global. Saiba mais sobre as mudanças na apresentação das informações financeiras e esteja preparado!
O Brasil está à beira de uma transformação tributária significativa com a proposta da reforma que introduz dois novos impostos: o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) e a Contribuição sobre Bens e Serviços
O mercado de fusões e aquisições (M&A) no Brasil apresenta indícios promissores que sugerem um retorno da confiança dos investidores e empresários. Entenda!

ASSINE NOSSA

Newsletter